sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Os macabros números da violência e o adeus a Rafael


Por Repórter de Crime

ESTATÍSTICA OFICIAL DO INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA

MORTES VIOLENTAS

AUTO DE RESISTÊNCIA
2007 - 1.330
2008 - 1.137
2009 (Janeiro-Setembro) - 805
TOTAL (Janeiro 2007-Setembro 2009) - 3.272

HOMICÍDIO DOLOSO
2007 - 6.133
2008 - 5.717
2009 (Janeiro-Setembro) - 4.460
TOTAL (Janeiro 2007-Setembro 2009) - 16.310

POLICIAIS MORTOS
2007 - 32
2008 - 26
2009 (Janeiro-Setembro) - 26
TOTAL (Janeiro 2007-Setembro 2009) - 84

LATROCÍNIO
2007 - 192
2008 - 235
2009 (Janeiro-Setembro) - 162
TOTAL (Janeiro 2007-Setembro 2009) - 589

TOTAL DE MORTES VIOLENTAS (JANEIRO 2007 - SETEMBRO 2009) - 20.255

Recorte e guarde. O movimento Rio de Paz acertou o prognóstico de mais de 20 mil mortes violentas em mil dias, a partir de 2007. A ONG - que luta pela redução de homicídios no país e, sobretudo, no Estado do Rio, onde a taxa de homicídios dolosos é de 39 por cem mil habitantes - tem levantado uma bandeira que infelizmente ainda não encontrou apoio em muitos setores da sociedade fluminense. Tudo porque a maioria das pessoas não quer sair da sua zona de conforto. Prefere deixar tudo como está a menos que alguém próximo corra o risco de ser a próxima vítma. Infelizmente ninguém está livre.

Segundo relatório do Instituto de Segurança Pública (ISP), responsável pela produção das estatísticas de criminalidade do Estado do Rio, 'dos quatro indicadores estratégicos estabelecidos pelo governo do estado (roubo de rua, latrocínio, roubo de veículo e homicídio doloso), os três primeiros delitos tiveram os objetivos alcançados e ultrapassados. A exceção foi o delito homicídio doloso." Justamente o que diz respeito ao bem mais precioso, a vida. Os roubos de rua caíram 7,2% em relação a setembro do ano passado, o número de latrocínios 28% , os de roubo de veículos 25,1% e os de homicídio doloso menos duas vítimas.

Para que a gente perceba um pouco da dor de gente que está no meio do fogo cruzado, assistam ao vídeo feito pelo líder do Rio de Paz, Antonio Carlos Costa, que foi ontem ao enterro do estudante Rafael Rocha Ribeiro, de 15 anos, vítima de uma bala disparada no tiroteio entre policiais do Bope e traficantes da Favela Mandela III, em Manguinhos. Tudo isso a menos de uma semana do Dia de Finados, 2 de novembro, quando a tradição católica leva milhares de pessoas aos cemitérios da cidade. O título do vídeo é A agonia dos sem voz. Tire as crianças da frente do computador porque as cenas são fortes.

video

Vídeo Riodepaznews/ Antônio Carlos Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais Lidos